sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Registro Social-Bodas de Malaquita

O blog registra com alacridade AS BODAS DE MALAQUITA – 56 ANOS DE CASADOS DO SR. MANOEL FRANCISCO DE SOUZA E A SRA. ALZIRA MOREIRA DA COSTA.

 Hoje, dia 31.12.2011,  vocês estão comemorando um dia muito especial, daqueles que nunca se esquece… Nunca se apaga da memória… O aniversário de 56 anos de casamento, Parabéns!

Muita dificuldade vocês enfrentaram na vida…Muita luta vocês venceram juntos; isso é uma demonstração de amor, carinho, perseverança…Isso tudo é um grande exemplo de vida, de verdadeiro sentimento que vocês têm, um pelo outro…
E neste dia bonito e alegre, que vocês estão comemorando aniversário de casamento,
queremos desejar tudo de mais excelente em suas vidas, muita saúde,
e que este casamento dure por muitas eternidades…Com as bençãos de Deus.
Parabéns…
É o desejo sincero de seus filhos Salete, Silene, Solidade, Maria e Diogo e de todos os seus netos Igor, Ugor, Emmaús, Álvaro, Anderson, Danilo e Davi e das netas Elaine, Ennanília, Eduarda, dos bisnetos Érlon, Éllen, Aíse, dos genros e nora: Antonio, João, Erivan, Alencar e Fabiana.  
Um Feliz Ano Novo!  Muitas Felicidades para todos Nós.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Você Sabia?




     Que o ano-novo se consolidou na maioria dos países há mais de 500 anos? Desde os calendários babilônicos (2.800 a.C.) até o calendário gregoriano, o réveillon mudou muitas vezes de data. A primeira comemoração, chamada de "Festival de ano-novo" ocorreu na Mesopotâmia por volta de 2.000 a. C. Na Babilônia, a festa começava na ocasião da lua nova indicando o equinócio da primavera, ou seja, um dos momentos em que o Sol se aproxima da linha do Equador onde os dias e noites têm a mesma duração. No calendário atual, isto ocorre em meados de março (mais precisamente em 19 de março, data que os espiritualistas comemoram o ano-novo esotérico). Os assírios, persas, fenícios e egípcios comemoravam o ano-novo no mês de setembro (dia 23). Já os gregos, celebravam o início de um novo ciclo entre os dias 21 ou 22 do mês de dezembro. Os romanos foram os primeiros a estabelecerem um dia no calendário para a comemoração desta grande festa (753 a.C. - 476 d.C.) O ano começava em 1º de março, mas foi trocado em 153 a. C. para 1º de janeiro e mantido no calendário juliano, adotado em 46 a. C. Em 1582 a Igreja consolidou a comemoração, quando adotou o calendário gregoriano. Alguns povos e países comemoram em datas diferentes. Ainda hoje, na China, a festa da passagem do ano começa em fins de janeiro ou princípio de fevereiro. Durante os festejos, os chineses realizam desfiles e shows pirotécnicos. No Japão, o ano-novo é comemorado do dia 1º de janeiro ao dia 3 de janeiro. A comunidade judaica tem um calendário próprio e sua festa de ano-novo ou Rosh Hashaná, - "A festa das trombetas" -, dura dois dias do mês Tishrê, que ocorre em meados de setembro ao início de outubro do calendário gregoriano. Para os islâmicos, o ano-novo é celebrado em meados de maio, marcando um novo início. A contagem corresponde ao aniversário da Hégira (em árabe, emigração), cujo Ano Zero corresponde ao nosso ano de 622, pois nesta ocasião, o profeta Maomé, deixou a cidade de Meca estabelecendo-se em Medina.
·         Pesquisado e organizado por Antonio
Fonte: Monica Buonfiglio

Mensagem do casal Antonio e Maria.

   Desejamos aos leitores do blog um Feliz 2012, que tenham muita Paz, Saúde e Prosperidade.
Que Deus abençoe a todos.
Paz e Bem!
Um Abraço!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Camarense em Destaque.


    O casal Igor e Iris estão de visitas a seus familiares e amigos, Franciso Igor é  Engenheiro Eletricista da CHESF, ele é filho do casal João e Silene, está morando  em Paulo Afonso-BA e veio passar o Natal e a passagen de ano em familia.

REGISTRO SOCIAL

    O blog registrou neste dia 26, o aniversário de Anderson Alencar (Andinho), filho do casal Alencar e Solidade, a comemoração foi entre familiares e amigos.
                                         Andinho, Álvaro, Igor e Danilo
                                         Anderson e Solidade.
Iris, Solidade, Fabiana, Eduarda, Andinho, Maria e Rose.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Entrevista com Fábio - Atleta Maratonista



    Fábio é o atleta camarense que a mais de 10 anos vem representando o município em várias competições de atletismo, tendo no seu currículo mais de 80 vitórias.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Mensagem Natalina do Casal Antonio e Maria



REFLEXÃO PARA O NATAL
AUTOR: Antônio Barbosa e Maria de jesus

Dezembro mês do Natal
Nascimento do menino Jesus
Com Ele vem a esperança, a paz,
Vem o amor, o perdão e a luz.

È o mês dos abraços e presentes
Dos sorrisos, das confraternizações,
Dos encontros entre familiares e amigos
De muitas alegrias e emoções.

É também momento de refletir
Vê o que fizemos de bom para o irmão
Jogar fora o orgulho, a inveja, o rancor
Com humildade ao caído estender a mão.

Para viver o Natal de Jesus
É preciso abrir o coração
O Natal não é apenas a troca de abraços e presentes
Natal é Festa! É mesa Farta! Mas é principalmente Conversão.

Que todos tenham um Feliz Natal
Que seja de paz, saúde Alegria
Que todos os lares recebam as bênçãos
Do menino Jesus e da Virgem Maria.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Gente Que faz Acontecer.

    O blog pretende fazer registro de todas as capelas que fazem parte da paróquia Nossa Senhora Mães dos Homens-João Câmara-RN. O primeiro foi realizado na Capela Nossa Senhora da Conceição que fica localizada no sítio do casal Sr. Luiz Ângelo e a Sra. Salete Ferreira na comunidade de Samambaia, o casal foi o idealizador da construção da capela e tendo a colaboração da comunidade com a doação de material e ajuda financeira para realização da obra.
           Capela Nossa Senhora da Conceição-Samambaia
                                        Sra. Salete e o Sr. Luiz.
                                  Sr. Luiz e seu filho Luizinho.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Curiosidades sobre o Natal -25 de dezembro


Árvore de Natal  
Entre as várias versões sobre a procedência da árvore de Natal, a maioria delas indicando a Alemanha como país de origem, a mais aceita atribui a novidade ao padre Martinho Lutero, autor da Reforma Protestante do século XVI. Ele montou um pinheiro enfeitado com velas em sua casa. Queria assim, mostrar as crianças como deveria ser o céu na noite do nascimento de Cristo.
Na Roma antiga, os romanos penduravam máscaras de Baco em pinheiros para comemorar uma festa chamada de Saturnália, que coincidia com o nosso Natal.
A Árvore de Natal é outro símbolo de enorme força que foi extraído de rituais pagãos. Durante o inverno, os povos europeus tinham o costume de enfeitar suas casas com folhagens e árvores ainda verdes para alimentar a esperança de que a primavera se aproximava. Sob o ponto de vista religioso, a árvore de Natal, toda verde, é sinal de vida, enquanto as bolas penduradas significam os bons frutos oferecidos por Jesus a Humanidade. Já as velas representam a presença de Cristo como Luz que ilumina o caminho dos homens e aquece os nossos corações. O hábito de armar árvores de Natal sempre foi popular entre os germânicos, mas só ganhou o mundo a partir de 1841 quando o príncipe Albert montou uma árvore no palácio real Britânico.   

Noite Feliz
A canção mais popular da noite de Natal nasceu na Áustria, em 1818. Na cidade de Arnsdorf, ratos entravam no órgão da igreja e roíam os foles. Preocupado com a possibilidade de uma noite de Natal sem música, o padre Joseph Mohr saiu atrás de um instrumento que pudesse substituir o antigo. Em suas peregrinações, começou a imaginar como teria sido a noite em Belém. Fez anotações e procurou o músico Franz Gruber para que as transformasse em melodia
Peru de Natal    
Cristovão Colombo conheceu o peru quando chegou a América. Ele acreditava estar chegando as Índias por um novo caminho. Por isso, o peru ficou conhecido na Itália como gallo d'India (ou dindio/dindo); na França como coq d'Indie; e na Alemanha como calecutischerhahn, numa referencia a Calcutá.
Por seu excelente sabor, foi logo aceito na Europa, De tanto sucesso, foi oferecido a rainha Catarina de Médicis, em Paris. No banquete foram servidas cem aves (70 "galinhas da Índia" e 30 "galos da Índia"). Nos Estados Unidos, o peru representou o fim da fome dos primeiros colonos ingleses que lá chegaram e hoje é prato obrigatório no Thanksgiving, ou Festa de Ação de Graças.
No Brasil a ave é apreciada desde a época de Brasil Colônia, tanto na Corte como no Sertão.
A Data de Nascimento do Menino Jesus    
Nem mesmo os autores dos evangelhos bíblicos estavam muito certos da data de nascimento de Jesus. Por exemplo, das declarações no Evangelho de São Mateus encontramos que Jesus Nasceu nos tempos do Rei Herodes, enquanto no Evangelho de São Lucas consta que Ele nascera quando Cirenio era governador da Síria ou mais tarde. Estas duas declarações nos oferecem tema para discussão, pois o reinado de Herodes terminou em 4 a.C. (antes de Cristo) e as autoridades bíblicas declaram que o governo de Cirenio foi de 4 a.C. a 1 a.C. e, posteriormente, a 6 d.C. (depois de Cristo). Outro ponto controverso é a diferença em relação as datas em que se teria realizado o recenseamento da população realizado pelo Imperador romano Augusto, cujo ano é comumente aceito como o do nascimento de Jesus.
Portanto, seria muito difícil para qualquer pessoa elaborar um calendário capaz de dar a data certa do nascimento de Jesus. Até mesmo os Santos Patriarcas da Igreja, bem como eminentes autoridades eclesiásticas, por muitos séculos, não conseguiram fixar com exatidão a data de seu nascimento. Os cristãos primitivos celebravam a Natividade com um grande festival em maio, ou, por vezes, em abril e, em outras ocasiões em janeiro. Algumas das mais antigas tradições da Igreja fixavam, em definitivo, o 20 de maio como a data certa, enquanto outras insistiam em fixá-la a 19 ou 20 de abril.
         
 A Manjedoura    
Como é que Jesus, o Rei dos Reis, nasceu numa gruta que servia de estábulo? E mais: cercado por animais e saudado por pobres pastores?
Manjedoura - o cocho onde os animais comiam e que serviu de berço para Jesus - simboliza uma das maiores e primeiras lições que Cristo nos ensinou: a humildade, pois, apesar de poder ter nascido num palácio, ele escolheu nascer no lugar mais simples da Judéia, em Belém.
 Papai Noel    
Alguns acreditam que surgiu na Idade Média, quando a peste matou milhares de crianças. A lenda dizia que Noé, o mesmo que construiu a arca, teria pedido a Deus que o enviasse novamente a Terra, para que pudesse alegrar um pouco os pequeninos. Deus aceitou, e então Noé surgiu como o velho Noel distribuindo bichinhos de sua coleção de animais para divertir a garotada.
Outra tradição conta que Papai Noel foi um bispo católico muito bondoso, chamado Nicolau, que viveu no século V. Cansado de ver o sofrimento de seu povo, especialmente das crianças, ele resolveu presentear a garotada com brinquedos e comida todo final de ano. Por isso, Papai Noel também é conhecido como São Nicolau, o santo das crianças e seu dia é comemorado em 6 de dezembro.
Alguns Significados dos símbolos natalinos          
Velas As velas simbolizam Cristo, Luz do mundo; cada pessoa deverá ser como uma vela que espalha seu brilho e causa bem estar a todos que a rodeiam.
Vela Vermelha: Lembra Isaias, profeta que anunciou 1000 anos antes a vinda do Salvador.
Vela Azul: Lembra João Batista que anuncia que está próximo o Salvador, orai e preparai os caminhos.
Vela Cor de Rosa: Lembra Maria, filha de Israel, que deu o seu Sim e dela nasceu o Salvador.
Vela Amarela: O símbolo de ouro e da realeza, que vem em sua plenitude para seu povo e quer morar entre o povo que O ama.          
Ceia Natalina     A ceia de Natal deve ter sentido comunitário da Família de Deus, em alegre convívio ao redor da mesa. Cristo reuniu seus apóstolos em uma ceia. Foi a última ceia que Ele institui o Santíssimo Sacramento.          
 Presépio de Natal Quem tomou a iniciativa de montar o primeiro presépio foi São Francisco de Assis, em 1224, preparado numa gruta em um bosque italiano, a cena do nascimento de Jesus como foi descrita nos evangelhos. A iniciativa de São Francisco foi tão comovente que, a partir daí, a tradição de montar o presépio ganhou o mundo.  

domingo, 11 de dezembro de 2011

História - As sete maravilhas do mundo antigo

Pirâmides de Gizé: 
Construída há 5 mil anos a.C, levou 20 anos para ficar pronta e nesse período contou com a mão-de-obra de aproximadamente 100 mil homens. A pirâmide principal era o sepulcro do Faraó Quéops, já as duas menores eram para os faraós Quéfrem e Miquerinos. 

                                                      Estátua de Zeus em Olímpia:
 Construída no século V a.C pelo fabuloso escultor Phidias. Era feita em ouro e marfim medindo de 12 a 15 metros de altura. Foi destruída num incêndio em Constantinopla – atual Istambul, na Turquia. 

                                           Jardins suspensos da Babilônia:
Construído no século VI a.C pelo Rei Nabucodonosor, com o intuito de conquistar sua esposa que sentia saudades de sua terra natal, lugar onde morava antes de se casar. 
                                           Templo de Ártemis em Éfeso:
 Construído pelos habitantes de Éfeso, o templo foi reconstruído e aumentado diversas vezes. Em 262 d.C. foi destruído durante a invasão dos godos. 
                                             Mausoléu de Halicarnassus:
Construído por arquitetos gregos sobre os restos mortais do rei, marido e irmão da rainha Artemísia. 
                                              Colosso de Rhodes:
Uma grande estátua de bronze, em comemoração a vitória obtida pelos habitantes da cidade Rhodes sobre o exercito de Demétrio Poliorcetes. 
                                           Farol de Alexandria:
Construído em 280 a.C tinha aproximadamente 135 metros de altura e no topo havia uma estátua de Hélio, o deus do Sol. 
Fonte: Brasil Escola








sábado, 10 de dezembro de 2011

Imagens históricas

                                           Copacabana em 1921


                                          Santos Dumont testando o 14 Bis.

                            Local onde foi construido o Cristo Redentor-RJ, havia
                                           esse quiosque chamado de "Chapéu de Sol".


                                   Airton Senna, Prost, Mansell e Nelson Piquet.

                                          Construção da ponte Rio-Niteroi, em 1973

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

NATAL-RN







Natal
    Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte e conhecida como 'Cidade do Sol', se localiza no nordeste do país, na conhecida 'Costa das Dunas' junto com a desembocadura do Rio Potengi. É uma das cidades históricas mais antigas e belas do Brasil e como principal pedido turístico destacamos todo o entorno, rodeado de uma exuberante natureza, povoada de áreas naturais, colinas, lagos, jardins e um belíssimo litoral cheio de extensas praias limitadas por dunas e recifes; sem esquecer obviamente, do seu rico Patrimônio Histórico, fortalezas, templos, palácios, teatros, centros culturais, universidades e bibliotecas que inundam a cidade. Um dos seus principais monumentos, símbolo de todo o município, é o 'Forte dos Reis Magos', declarado Patrimônio Histórico Artístico Nacional.
HISTORIA
Somente há finais do século XVI que o Rei de Portugal ordenou a reconquista destas terras, que haviam sido colonizadas por franceses anos antes, estes que haviam expulsado os indígenas.
Natal foi fundada pelo Capitão-Mor de Pernambuco no dia 25 de Dezembro de 1599, um ano depois da sua construção, na margem direita do Rio Potengi, de um dos seus principais símbolos arquitetônico, a 'Fortaleza dos Reis Magos'
No começo do século XVII os holandeses se apoderaram da cidade e começou a ser conhecida como Nova Amsterdã, instalando-se a princípio no Forte dos Reis Magos que foi renomeado de Forte de Keulen. Somente em meados deste século foi quando expulsaram os holandeses .
PASSEIO TURISTICO POR NATAL
Forte dos Reis Magos O Forte dos Reis Magos localiza-se na Praia do Forte, banhado pelas águas do Rio Potengi e o Oceano Atlântico, e é o monumento histórico mais importante de Natal, marco inicial da história da Cidade e o principal símbolo de todo o município. Foi construído no ano de 1598 pelos portugueses e no século XVII foi invadido pelos holandeses que durante a sua conquista o denominaram Forte de Keulen. É uma fortaleza de planta de estrela com cinco pontas e no seu interior se encontra um museu com um importante arquivo relacionado com a Colonização do Rio Grande do Norte, além de um capela, um poço de água doce, canhões antigos e várias dependências. Foi declarado Patrimônio Histórico Artístico Nacional.
Catedral Metropolitana de Natal A Catedral Metropolitana de Natal foi inaugurada no ano de 1991 e encontra-se na Av. Deodoro localizada na Cidade Alta. É um templo moderno, construído pelo arquiteto Marconi Grevi, nascido na cidade.
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação - Antiga Catedral A Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, conhecida por ser a Antiga Catedral de Natal, foi o primeiro templo que se construiu na Cidade, inaugurada no século XVII. Localiza-se na Praça André de Albuquerque no bairro da Cidade Alta, dentro dela foram descobertas importantes pinturas do século XVII.
Igreja de Nossa Senhora do Rosário A Igreja de Nossa Senhora do Rosário foi construída no começo do século XVIII. Situa-se no Largo do Rosário, sobre uma pequena montanha, lugar com uma vista perfeita do Estuário do Rio Potengi.
Igreja de Santo Antônio A Igreja de Santo Antônio, conhecida popularmente como igreja do Galo, foi construída no século XVII na Rua Santo Antônio-Cidade Alta, e é um dos principais templos da Cidade. Sua arquitetura combina vários estilos arquitetônicos e destaca-se por sua torre de planta quadrada coroada por um pequeno galo metálico, e seu interior é a sede do Museu de Arte Sacra.
Teatro Alberto Maranháo O Teatro Alberto Maranhão, conhecido antigamente como Teatro Carlos Gomes, é um edifício histórico em estilo neoclássico considerado um dos mais belos da Cidade. Foi construído no final do século XIX e inaugurado no ano de 1904. Situa-se na Praça Augusto Severo, no Bairro da Ribeira, e é sede da Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte e do Corpo de Baile do Ballet Municipal. Foi declarado Patrimônio Histórico Artístico Nacional.
Teatro Sandoval Wanderley O Teatro Sandoval Wanderley está situado na Avenida Presidente Bandeira.
Palácio Felipe Camarão O Palácio Felipe Camarão situa-se na Cidade Alta, na Avenida Junqueira Aires. É um edifício em estilo eclético construído a princípios do século XX, atualmente sede da Prefeitura Municipal.
Palácio Potengi O Palácio Potengi, foi construído a meados do século XX na Praça Sete de Setembro. É um belo edifício em estilo neoclássico que teve as funções de Assembléia Provincial e de Palácio do Governo. Foi declarado Patrimônio Histórico Artístico Nacional e atualmente é a sede da Pinacoteca do Estado.
Rua Chile A Rua Chile é o lugar onde acontecem os principais eventos culturais da Cidade. Está situada no Bairro da Ribeira, um dos mais antigos de Natal, cheio de locais comerciais e centros culturais.
Centro de Turismo - Antiga Casa de Dentenção O Centro de Turismo, antiga Casa de Detenção, situa-se no Bairro de Petrópolis, na Rua Aderbal Figueiredo. Aí se realizam durante todo o ano feiras de artesanato e exposições de arte antiga e contemporânea. Além disso, é o lugar onde acontece o famoso espetáculo de música regional conhecido como 'Forró com Turista'.
Memorial Luis da Câmara Cascudo No Memorial Luis da Câmara Cascudo, famoso artista poli facético, encontra-se instalado em um edifício em estilo neoclássico construído no final do século XIX na Praça André de Albuquerque - Cidade Alta. Guarda um importante acervo da vida e obra deste conhecido professor, cronista, crítico literário e folclorista, entre outras.
Museu de Arte Sacra O Museu de Arte Sacra está na Igreja de Santo Antônio, na Rua Santo Antônio. No seu interior se conservam imagens, pinturas e interessantes coleções de indumentária e orfebrería dos séculos XVI, XVII e XVIII.
Museu Café Filho O Museu Café Filho situa-se na Rua da Conceição - Cidade Alta. No seu interior se exibem objetos pessoais e documentos que pertencem ao antigo Presidente da República, João Café Filho.
Museu Câmara Cascudo O Museu Câmara Cascudo é o museu da ciência natural e antropologia mais importante do Brasil. Situa-se instalado no edifício da Avenida Hermes da Fonseca, Bairro do Tirol, e no seu interior merece especial destaque as coleções de fosseis, esqueletos e utensílios indígenas.
Museu de Cultura Popular O Museu de Cultura Popular situa-se na Rua Chile, bairro da Ribeira, com um importante acervo fotográfico e com documentos relacionados com os costumes e tradições do Estado no decorrer de toda a sua história.

Museu do Mar Onofre Lopes O Museu do Mar Onofre Lopes situa-se na Avenida Senador Dinarte Mariz e conserva um importante acervo de peças biológicas esqueletos de esponjas, aquário com animais marinhos do norte rio-grandense.
Capitania das Artes A Capitania das Artes situa-se instalada no edifício neoclássico da Avenida Junqueira Aires, na Cidade Alta. Antigamente foi a sede da Capitania dos Portos e do Governo e atualmente aloja no seu interior várias lojas de artesanato.
Morro do Careca O Morro do Careca é o principal patrimônio natural de Natal e situa-se a um dos extremos da Praia de Ponta Negra. É uma formação montanhosa que supera os 100 metros de altura formada por uma impressionante duna de areia branca de grande pendente, rodeada de uma frondosa vegetação, antigamente era a principal atração turística da cidade, onde se podiam ver as pessoas e os veículos baixando em alta velocidade, mas desde alguns anos não é permitido seu acesso e nem qualquer atividade ao seu redor.
Parque Estadual das Dunas de Natal O Parque Estadual das Dunas de Natal foi criado no ano de 1977 e é o segundo parque urbano do país. Tem uma área de 1.172 hectares que se estende por todo o município entre a cidade e o Oceano Atlântico. Foi a primeira unidade de conservação ambiental fundada no Estado do Rio Grande do Norte e em seu interior existem sinalizadas várias rotas, freqüentadas pelos amantes do trekking e da natureza. Destacamos especialmente a entrada ao parque, e seu belíssimo Bosque dos Namorados.
Farol da Mãe Luíza O Farol da Mãe Luíza, conhecido também como o Farol de Natal, situa-se no Morro de Mãe Luíza. Foi construído no ano de 1951 e em suas imediações se obtém fantásticas vistas panorâmicas da costa.
Cabo de São Roque O Cabo de São Roque situa-se a 51 Km de Natal e é o ponto do Brasil mais próximo ao continente Africano. Destacamos especialmente suas espetaculares vistas.
PRAIAS DE NATAL
Praia do Forte

Praia do Meio

Praia dos Artistas

Praia da Areia Preta

Praia Via Costeira

Praia de Ponta Negra

Fontes: site a-brasil.com